Artigo de Comércio Exterior: Panorama do Comércio Exterior 2020 / 2021

17 12 2020
Photo by Tom Fisk on Pexels.com

PANORAMA DO COMÉRCIO EXTERIOR 2020 / 2021

Achei importante escrever um artigo sobre este tema para apresentar as principais situações ocorridas em 2020 no comércio exterior e apresentar algumas projeções para 2021, vamos lá!

ANO DE 2020

Por volta de abril com a pandemia se intensificando, observamos uma queda muito forte nas relações comerciais internacionais gerando uma queda significativa no valor do frete marítimo internacional.

Em abril tinha recebido cotação de frete marítimo da China para o Brasil em torno de US$ 750 por container.

Já agora no mês de dezembro com o reaquecimento da economia o valor de frete para um container da China para o Brasil está em torno de US$ 7.200 por container e continua subindo rapidamente.

Muitos fornecedores no exterior preferem vender apenas FOB para não ficarem responsável pela contratação de frete.

Lembrando que não é apenas o reaquecimento da economia o fator responsável pelo aumento do frete e existem outros fatores que não citarei neste artigo que também são responsáveis por isso.

Vale considerar que apesar do aumento do valor do frete, o volume das importações aumentou bastante e quem vai sentir o aumento dos preços dos produtos será o consumidor.

Já as exportações brasileiras estão vivenciando um dos seus melhores momentos, com as exportações batendo recordes, principalmente no campo das commodities.

Favorecidos pelo alta do dólar e pela alta demanda no mercado internacional, se por um lado as exportações fortalecem um lado da economia, prejudica outro, pois o preço do arroz, feijão, soja, açúcar, ovos, da carne e de outros alimentos subiu muito no mercado interno e deve continuar subindo no próximo ano, gerando alta da inflação e sobrecarregando as famílias de baixa renda.

Conversei recentemente com um pequeno produtor rural de ovos. Ele disse que largou a produção no campo para virar motorista de aplicativo, pois o preço da ração subiu muito e no caso dele não compensa mais criar galinhas para venda de ovos.

Apesar de o governo ter incentivado a importação de algumas commodities, a quantidade que está sendo importada com incentivos tributários ainda parece ser muito pequena para compensar a alta de preços e a alta da demanda no mercado nacional. Então a tendência dos preços de alguns alimentos ainda deve se manter em alta e a inflação deve continuar subindo.

No início da pandemia li muitos comentários protecionistas dizendo que o melhor para o Brasil é sempre exportar, que o Brasil não deve importar mais nada, que os consumidores devem comprar apenas produtos 100% nacionais e que produzir tudo localmente é a melhor opção.

Essa teoria é muito bonita quando a pessoa não conhece como funciona a economia, quando a pessoa não conhece o padrão de oferta e demanda do mercado e quando não conhece de fato a economia e a indústria nacional e internacional.

Um mercado ideal seria um mercado onde as exportações e importações encontrasse um ponto de equilíbrio entre oferta e demanda, mas na prática não é tão simples assim e a economia funciona mais como um jogo de xadrez, com muitas peças, muitas possibilidades de movimentos e com várias jogadas complexas, envolvendo jogadores diferentes que querem ganhar o mesmo jogo.

E para concluir a análise de 2020, no início deste ano também tivemos uma alteração importante em relação ao lançamento dos Incoterms 2020 e agora  em dezembro entrou em vigor a nova legislação que trata da habilitação das empresas no Radar.

Este ano também tivemos uma redução significativa de impostos para importação de produtos para combate a pandemia e muitas mudanças positivas para desburocratizar uma grande parte da legislação de comércio exterior.

Ano 2021

A pandemia dá sinais que vai continuar afetando muitas pessoas ao redor do mundo.

O aumento no número de casos a nível mundial deve continuar afetando a cadeia logística, a falta de containers e a alta do preço do frete.

Para os primeiros meses de 2021 ainda temos uma projeção de alta do valor do frete marítimo que vai afetar importadores e exportadores em todo mundo.

O governo dá sinais que irá retirar a capatazia da base de cálculo do valor aduaneiro das mercadorias importadas, o que deve ajudar bastante.

Mudanças importantes devem acontecer no Siscomex para facilitar as operações de importação e muitos portos estão se modernizando para oferecer melhores serviços e atender navios maiores.

Então vamos acompanhando pois se você não se atualizada e não acompanha as mudanças e tendências do mercado, em pouco tempo fica desatualizado.

Professor Henrique Mascarenhas

Professor e Consultoria da GS Educacional

Cursos e Consultoria em Comércio Exterior

www.gseducacional.com.br – Whatsapp / telegram: 31 98411.8218

Canal do Youtube: www.youtube.com/gseducacional


Ações

Informação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: